EU NÃO ACREDITO EM ODIADORES

Eu não acredito em odiadores -- ou "haters", para os aculturados --; numa paráfrase singela de Augusto a qual, não obstante, inverte a lógica e o sentido da sua máxima, diria que "a mão que apedreja é a mesma que afaga", ou seja: que a língua odiadora de hoje, comprova a experiência, é a mesma que amanhã estará a lamber o nosso saco escrotal e os seus murmúrios, é apodítico, nada mais são do que uma súplica desesperada em tom de oração pela nossa atenção com vistas a esse, para si, tão glorioso e ansiado momento.

Igor Buys

Postais em destaque
Postais recentes