O MARINE E A SUCURI

Amarrado, amordaçado, ferido, ele se debate, se batem os butes de muitas invasões, genocídios. A cobra se enovela toda e cobre de aço verde amarelado e cobre a pobre coisa pálida e exaurida. Já sob a aurora ossos se partem, presas se esticam, se agigantam. E eram dois nascidos pra matar: o marine e a Eunectes murinus.

Igor Buys In Versos Íncubos; ed. Scorteci, 2014

Sucuri verde (Eunectes murinus); foto da Rede, assinada

Postais em destaque
Postais recentes