A IMPOPULARIDADE É DENSA

A impopularidade é densa, interessante. E, de algum modo, me convida. Confesso que até me excita... Entanto não a persigo, senão à sinceridade. E visando à historicidade. Todavia, no caminho disso, calhou, apenas calhou de eu vir a ser o cavaleiro negro; o inimigo público: o leão solitário! Sim, sim! sou o cavaleiro negro, maldito, remido, outa vez maldito, mas amado pelo Pai, como o Salmista; cuida tu, que me espreitas aos murmúrios, em onde anda a tua cabeça, quando eu passar desabalado, no galope estrondeante da minha palavra.

 

Igor Buys

Please reload

Postais em destaque

VERSOS ÍNCUBOS

17.11.2019

1/14
Please reload

Postais recentes

13/12/2019

Please reload