UMA LÁGRIMA

Uma lágrima

Uma longa e lenta lágrima

Uma pérola de leite

Uma gota de seiva esmeraldada

Uma sagrada lágrima de Sangue

Uma salobra gota do mar viajante

Uma lágrima

Uma longa e lenta

                    lágrima







Uma lágrima diamante verde azul lilás amarela

                                 caindo, luzindo













— pra se apagar no pó do chão.

 

 

Poesia do jovem Igor Buys,

acróstico ideográfico,

in "Manelo de Áscuas"; 1999.

 

 

 

 

Please reload

Postais em destaque

[EM PROCESSO DE REVISÃO] INTELIGÊNCIA EMPÁTICA

20.07.2018

1/13
Please reload

Postais recentes

12/11/2019

11/11/2019

11/11/2019

Please reload