TUITAÇÕES

Reflexões ultra-sintéticas formuladas para veiculação através do tuíter @IgorBuys

DA DEMANDA NACIONAL POR SERVIÇOS DE CONTRA-INTELIGÊNCIA E CONTRA-TERRORISMO (19/03/2015)

1 - A demanda do País por melhores serviços de contra-inteligência e de contra-terrorismo já é maior que qualquer demanda social há algum tempo.

 

2 - Programas dessa natureza são secretos, em qualquer parte. E nós devíamos ter programas secretos dessa natureza em conjunto com os russos.

 

3 - Os russos são nossos aliados, — têm interesse no nosso progresso e dominam esse campo, dispondo de imensa experiência e proficiência.

 

4 - Já os ianques não têm interesse no nosso progresso. Não é nada pessoal, apenas não é "good business" para eles. Por isso estamos sob ataque.

 

5 - Podemos dizer que estamos sob ataque militar ianque, no mínimo, desde 1964. Minha dúvida é sobre se o governo está apto a lidar com isso.

 

6 - Por mais que admire e ame a Presidenta Dilma, tenho dúvidas sobre se ela está apta a lidar com isso. Parece ignorar de todo essa realidade.

 

7 - Maquiavel diria a ela que, neste momento, qualquer tentativa de conciliação com a direita é lida como fraqueza e tem efeito negativo.

 

8 -Ela teria boas perguntas a fazer a um bom serviço reservado: (1) quem “acidentou” Eduardo Campos?; (2) quem está quebrando nossa indústria?

 

9 - (3) Quem está por trás das tentativas de — desmoralização e desestabilização das instituições brasileiras? (vide Y. Bezmenov; vídeo abaixo).

 

[Bezmenov, agente desertor da KGB que ensinou muito à opinião pública no Ocidente sobre subversão (da CIA, da KGB): video]

 

 

10 - Ora, perguntar quem executa tudo isso é como perguntar: quem extermina (crianças, gays, mendigos, negros pobres, etc.) no Rio de Janeiro?

 

11 - Quem executa no Rio, obviamente, é a PM. No mundo, obviamente, é a CIA. Mas quem está — mandando executar? Eis a verdadeira pergunta.

 

12 - Quem está mandando desmoralizar e desestabilizar as instituições nacionais? São o Sr. Soros e amigos?... São o governo ianque e aliados?...

 

Hoje, já sabemos que é Washington por trás do golpe; não Soros e comparsas, também já revelados, em parte, após o caso Mossack Fonseca.

 

 

13 - Ao governo ianque, de posse de provas, se pode pôr contra a parede, como no caso Snowden. E a Soros se pode impor bloqueios e até confiscos.

14 - Ninguém fez isso com esse folgado ainda. Mas pode ser feito, se houver provas contra ele. INFORMAÇÃO é o poder que falta ao governo Dilma.

15 - Os russos não denunciavam os ianques, e vice-versa, porque ambos os lados estavam... “sujos” com a Guerra Fria. Mas nós jogamos outro jogo.

 

16 - Este é outro tempo, outro milênio. Onde atividades desse naipe já não podem ser admitidas. Estão anacrônicas tanto como a nossa passividade.

 

                       --//--

 

(29/06/2016)  17 - Passado um ano e três meses que postei essa série de tuítes, está mais claro que nunca que a maior demanda nacional é por contra-espionagem.

18 - Se a Presidenta @dilmabr tivesse um programa conjunto com os russos nesse campo, primeiro: seu afastamento e este caos não teriam ocorrido.

 

19 - Mas, “ad absurdum”, inda que ocorresse, tal estrutura permaneceria fiel a ela, nunca aos golpistas. Não seria um “monstro”, como pensa Lula.

 

20 - Os russos nunca tentariam controlar o Brasil a essa distância geográfica. Nunca tentaram com Cuba, sequer... Não há esse risco tão-pouco.

 

21 - Esqueçamos, de início, o contra-terrorismo, que me preocupava, então, porque estava bastante inteirado sobre o que era o Black Bloc. Entenda.

 

22 - Precisamos, sim: dum serviço de contra-inteligência eficaz e impossível de ser aparelhado. Tentar governar o Brasil às cegas... É inviável.

 

23 - Esse programa deve ser, pelo seu caráter, reservado e — secreto. Se houver boatos sobre sua existência, basta negá-los. Diplomaticamente.

--//--

O XEQUE-MATE (28/06/16)

1 - Escutei desolado o Presidente Lula dizer, em entrevista, que termos um serviço de inteligência bem montado seria “criar um monstro”, etc.

2 - Para que uma estrutura desse tipo não se volte contra nós, tudo o de que necessitamos é de um programa conjunto com os russos, os BRICS.

3 - A Bolívia tem um programa em conjunto com os russos, segundo jornais, para desenvolvimento nuclear. Ora, tenhamos para contra-espionagem!

4 - Do contrário, nenhum programa social, nem a soberania do País estarão seguros. Nunca. É um “ponto” para eles nos subjugar. E o farão.

5 - Desta vez ou da próxima, farão. Mas um programa conjunto com os russos resolve isso. Nunca cairá nas mãos da direita, ou dos ianques.

6 - É a redenção: contra-espionagem. Ou vão nos levar a Petrobras, o Pré-sal, a Amazônia, o solo, o subsolo, a água, a força de trabalho. Tudo.

Pág 4
Junho 2016