TUITAÇÕES

Imprime melhor na tela com Firefox

Reflexões ultra-sintéticas formuladas para veiculação através do tuíter @IgorBuys

HUMANOS SÃO FERAS

1 - Sempre digo que os Buys são mais contraditórios e brutais que os Karamazov.

Mas algumas pessoas me conheceram de outro modo. E negam isso.

2 - Se você disser que posso ser bruto e terrivelmente negativo, vão se indispor consigo.

Mas o mérito é todo delas.

Nunca sequer pretendi isso.

Isso que obtiveram de mim.

3 - Pessoas são como aqueles cubos de brinquedo.

Você põe voltada para si a face amarela.

Ou outra.

O mérito é seu.

4 - Os fofos são os que me preocupam...

O que pode estar oculto ou castrado neles.

Oculto até quando, castrado a que preço?

Humanos: são feras.

ATARAXIA

RT IgorBuys

25 de julho de 2016

Passei anos antevendo um Brasil que seria uma Suécia de dimensões continentais. Agora, só antevejo uma Cuba pré-revolucionária continental.

1 - O impacto emocional do golpe, com a entrega do Pré-sal, etc., equivale à perda de um filho. Nunca tive um, mas sei, por empatia, o que seja.

2 - Por isso mesmo, estou no "modo", como se diz na Rede, de ataraxia completa. Ataraxia (Ἀταραξία), ou imperturbabilidade é um ideal antigo.

3 - Conquistei minha ataraxia num processo, pela via do ceticismo e da racionalização, i.e.: da tradução de fatos caóticos em linguagem cósmica.

4 - Longo processo.

 

Há quem pense que nasci predisposto à imperturbabilidade e com isso pronto.

 

Não me conheceram criança, adolescente.

5 - Há uma tristeza racional, estritamente racional, em relação à entrega do Pré-sal, sobretudo. Mas nenhum "páthos".

E isso já é "apatheia".

6 - "Apatheia" não é algo que cultive. Tornar-me um "Sr. Spok" não é meu ideal.

Sou até incandescente.

Mas tenho essa... chave muito trabalhada.

7 - E essa chave, essa válvula é: ataraxia.

Pág 08
set / out 2016