February 20, 2020

O anel de fogo no teu corpo,
queimando
da cor da Aurora,
e os teus lábios, ideográficos,
calando a mesma forma;
os teus olhos: mais dois halos.

O malho brusco,
barulho afoito,
de coito,
de besta,
querendo ter Asas.

Acicates das dez unhas
na tua anca, -- chicote! da palma...

February 18, 2020

Aos teus pés, minha língua e coração
têm o ritmo mesmo da maré incandescente,
indo e vindo sobre a areia platinada, noiva;
meus dentes são como a ostra de louça
que morde, louca, o calcanhar da Lua.

No chão da tua sala, tão sultão
como lacaio, sorvo o leite puro
da tu...

O teu corpo será a minha religião.
Pretendo religar-me ao planeta primordial e caótico.

Ai, a minha chama te afogando, transbordando
pelo canto dessa tua boca e pupilas;
ai, a minha seiva te inundando, intumescendo
a veia esverdeada que salta no teu pescoço.

E depois de...

Entrevista de 30 Dias à Marina Cervine

Guarda-me contigo.
No fundo do teu corpo.
Entre teu ombro e tua face,

acolhe a minha face, febril,

o meu silêncio e cansaço.

Em meio aos teus cabelos,

teus desvelos, ai, teu abraço.

Quase presa entre teus lábios,

minha língua. Guarda-me

p...

Será o ciuminho sinal d'amor?
Até direi que sim, se houver ternura.

Entanto num poeta não batas
sequer c’uma flor,
exceto quando for
a orquídea ígnea do teu belo ventre
ou a rosa carmesim dos teus lábios.

O coração é grande, cabe muitos amores.
O amor é imenso, cabe...

January 30, 2020

Nada me pode impedir de te amar.

Tenho sabido encontrar o teu corpo

nos corpos de outras mulheres,

entre as quais a noite e seu seio nu,

a aurora de longos, líquidos cabelos.

Nada me pode impedir de te amar.

Nada te pode guardar do meu verso.

Serei um pouco pai do teu filho,...

January 29, 2020

O anel de fogo no teu corpo,
queimando
da cor da Aurora,
e os teus lábios, ideográficos,
calando a mesma forma;
os teus olhos: mais dois halos.

O malho brusco,
barulho afoito,
de coito,
de besta,
querendo ter Asas.

Acicates das dez unhas
na tua anca, -- chicote! da palma...



Vem dar no meu verso, vem.
Meu verso está suspenso
onde podes achá-lo, é certo.

Meu verso está na tua casa,
senta-se à mesa.
Espia por trás da cortina
e vê quando passas, na madrugada
íntima, com olhos vampiros.

Meu verso é um intruso discreto,
é filho da noite, e...

                              O sonhador ama o sonho

Esta noite, após dormires
o teu corpo, subitamente,
congelará, pesado,
muito pesado,
e um outro corpo, teu e outro,
verás sobrepairar a tua angústi...

January 19, 2020

Gosto muito das ruas de paralelepípedos.
Como me são caras estas pedras irregulares
Estalando por sob os saltos, na sua troncha tentativa
De serem puros retângulos. Pedras cortadas.
Quartos de uma pedreira. Membros avulsos
Da imobilidade sempiterna. Sempre terna.
 
Vol...

Please reload

Postais em Destaque

GUARDA-ME

05.02.2020

1/16
Please reload

Postais Recentes

02/25/2020

02/24/2020

02/24/2020

Please reload