November 13, 2019

O nosso amor, algum dia, estará numa peça:
um poema dramático, labiríntico e aberto.

Os holofotes o abraçarão com cores quentes
e frias furtadas aos teus olhos e nuanças;
tons que irão do mel ao mar de glauca esperança.

E um’outra atriz o desencantará de entre
silêncios...

November 12, 2019

Hoje eu acordei… Acordei

com o choro do nosso filho.

Levantei. Afastei-me de ti,

mas quando olhei para trás

ainda tinha o braço deitado,

pesando sobre a tua cintura,

a perna metida entre as tuas,

a testa apoiada na tua nuca.

Confuso, tomado de ciúmes,

quase me detive…

Mas acorda...

November 10, 2019

O coração é grande, cabe muitos amores.
O amor é imenso, cabe em cada coração.

E nem tudo na vida é competir:
pra se vencer não há que haver vencidos.


Igor Buys

CIUMINHO - excerto
In "Versos Íncubos", Scortecci, 2014

November 9, 2019

Aos teus pés, minha língua e coração
têm o ritmo mesmo da maré incandescente,
indo e vindo sobre a areia platinada, noiva;
meus dentes são como a ostra de louça
que morde, louca, o calcanhar da Lua.

No chão da tua sala, tão sultão
como lacaio, sorvo o leite puro
da tu...

November 9, 2019

És a única verdade,

a única mentira.

Tudo que silencio

e não sei calar.

Brada, plange no entorno,

no interno e além.

O inconfessável.

O único impossível

e a única possibilidade.

Tudo o que soube perder

e tudo que jamais tive.

Eu tenho a tua ausência,

mistura de morte e vida.

Esse c...

November 8, 2019

Eu sou o que chama de sereia na praia, amore. Você me entendeu errado, desde o começo. Só que não faço isso com aquela cara de profissional. Faço com o coração na mão, tímido... Apaixonado. Nesses termos, eu dou até a praia. 

"A gente sempre se casava ao luar" - Ivan Li...

O teu corpo será a minha religião.
Pretendo religar-me ao planeta primordial e caótico.

Ai, a minha chama te afogando, transbordando
pelo canto dessa tua boca e pupilas;
ai, a minha seiva te inundando, intumescendo
a veia esverdeada que salta no teu pescoço.

E depois de...

November 6, 2019

E nos teus Olhos essa cor
que nada simplesmente mortal
ou fisiologicamente descritível
teria permissão para refratar,
reverberando do céu o Ocaso
lento: os seus mais íntimos
e misteriosos momentos de paixão,
introspecção e silêncio. Teus Olhos...

E nas tuas Mãos a reden...

November 6, 2019

Lembro de ti sentada sobre a cama,

as sobrancelinhas se encontrando,

se confrangendo, as pernas em lótus;

mostravas ao espelho, suspenso no ar,

o celular com nova capa -- de oncinha. 

Ora, de oncinha... Tal como os sapatos,

biquínis, blusas que ambos amávamos.

Na outra mão, u...

November 5, 2019

Havia uma multidão. Eram milhares

e milhares, eram milhões e milhões.

E do meu remanso, te lancei um beijo.

Um beijo

apenas

entre flores que se cruzavam no ar

intumescido de gritos, névoas, luzes, flashes;

um beijo

um simples beijo e seu poder de vôo

entre milhões e milhões de...

Please reload

Postais em Destaque

[EM PROCESSO DE REVISÃO] INTELIGÊNCIA EMPÁTICA

20.07.2018

1/13
Please reload

Postais Recentes

11/12/2019

11/11/2019

Please reload